Meu lado Delírios de consumo de Becky Bloom!

Tempo de leitura: 2 minutos

Sim, eu já fui viciada em compras, ou compulsiva, usando o termo que esta
bombando ultimamente – infelizmente!

Pra quem não sabe o que é eu faço uma analogia com assaltante noturnos de geladeira.

Sim, a lógica é a mesma.

A pessoa acorda na madrugada e vai pé por pé até a geladeira pra tomar uma lata de leite condensado no bico.

assalto de geladeira compulsão

E quando a compulsão não é por comida?

Quando o assunto é comprar o que muda é só o lugar do “assalto”, o cenário neste momento passa a ser a loja.

Em liquidação ou não, tudo serve como justificativa para comprar. Desde o “estou precisando” até o “mas tá tão baratinho”, as frases clichê são muitas.

Pode parecer engraçado, mas quando me lembro da cena “Eu escondendo peças no guarda-roupa de mim mesma” me dá até um frio na barriga.

Sim meus caros, esse é uma dos comportamentos de um compulsivo por compras, neste caso este era o meu. E óbvio que eu colecionava peças e mais peças com etiqueta.

Era como um troféu.

Para falar bem a verdade, quando eu paro para pensar no porque eu fazia isso, nem sei responder muito bem.

Acredito que paira entre aceitação, baixa ausindrome-de-becky-bloom-3to-estima, insegurança, falta de conhecimento de si mesma e do próprio estilo… muitas as razões hein!

Para tentar encurtar

Fiz curso de corte e costura (lado bom de tudo isso).

Fiz curso de consultoria de estilo.

Assisti todos os “Esquadrões da moda” possíveis.

Porém só caiu mesmo a minha ficha no momento que aconteceram dois fatos:

  1. eu parei pra fazer conta do quanto já tinha gastado em roupas
  2. eu percebi o quanto a minha busca por prazer era enorme!

A compulsão está totalmente ligada a busca de prazer.

Daí me dei conta de quanta coisa mais legal eu poderia ter feito com todo aquele dinheiro.

Viagens, decoração da minha casa, jantares e almoços mais legais, passeios, estudos e até comprar coisas mais legais mesmo.

Percebi que eu poderia mudar a minha vida para parar de buscar prazer.

Hoje me sinto definitivamente curada, para falar bem a verdade eu estou com um certo bode de compras, só compro algo que sei que vou usar muito muito e que tenha 100% certeza que cabe no meu guarda-roupa.

A cura começou em 2013, com as continhas e continuou com o curso que fiz na Oficina de Estilo.

Sim aquela história de casa de ferreiro espeto de pau é verdadeira, porque mesmo tendo estudado para ser personal stylist eu busquei um curso para aperfeiçoar o estilo e realmente cair a ficha.

A metodologia das meninas da Oficina fez diferença aqui e é por isso que hoje eu trabalho com essa metodologia também.

Uma mania que peguei foi entrar em sites e encher o carrinho de compras e não comprar! Pode?

E hoje, além de ter esse blog como um excelente escape e para passar pra frente o que enfrentei, sigo todos os dias racionalizando sobre o fato e avaliando muito bem tudo que compro, como dizem um dia de cada vez!

 

2 Comentários


  1. Nossa!! Parece que vc me descreveu..preciso me curar..até pq estou passando por um momento bastante conturbado financeiramente por conta dessas compras impulsivas…é como vc diz “nem sei muito bem pq faço isso..” O pior é que compro nem uso ..pois agora estou me dando conta que não tenho dinheiro pra sair,me divertir por causa dessas loucuras..mas estou amadurecendo..e entendendo que não é o que compramos que nos faz feliz e que não devemos mostrar nada pra ninguém e sim para nós mesmos..vale ressaltar que poucos são os blogs que incentivam e discutem de forma real a maneira que consumimos, e que estimulem de fato nossa criatividade, pois, eu não acredito que as pessoas que vivem postando coisas de fast fashion toda hora comprem tudo aquilo?.kk…Muito legal seu blog e sua iniciativa! PArabens!..mais um blog pro meu feed..blogs assim são rarissimos..só conheço 2 o da Carol burgo e hojevouassimoff..e agora o seu..muito legal..


    1. Ana! Que delícia ler esse comentário. Passei um tempinho longe do blog por motivos pessoais, mas estou voltando e com certeza saber que uma pessoa esta valorizando a discussão anima muito. Força na peruca e pode contar comigo se precisar desabafar. Ajuda moiiito rs

Comentários encerrados.